#hq Instagram Photos & Videos

hq - 1350229 posts

Latest Instagram Posts

  • reijoker007 - Joker Rei 🍙 @reijoker007 3 minutes ago
  • 🍙 Diary of  Rei ¥057
One Punch Man Volume 02
Em publicação pela editora Panini
Leitura N°28 da Panini de 2019
Data: 19/03/2019
@chiibinosekai
••••••••••
Comentários gerais:
Nesse volume tivemos uma pequena aventura pela cada da evolução,com Saitama enfrentando o ser mais forte de lá, também vimos um pequeno grupo de rebeldes (retardos) que serviram apenas para ser mostrado as habilidades de um novo personagem SONIC,um ninja extremante poderoso,que confundi o nosso protagonista com um dos membros dessa gangue,e parte para o ataque,e acaba perdendo. Será que teremos mais sobre ele?! O que ele vai ser na obra? Uma espécie de Anti-heroi ou apenas um rival pro "Homem de um soco" (Saitama)
••••••••••
Descrição:
A Casa da Evolução, com seu plano de criar um "humano perfeito", lança mão de todos os seus recursos para capturar Saitama, o guerreiro invencível! Será desta vez que descobriremos a origem do poder divino desse herói?
••••••••••
∆Ficha Técnica∆:
💪Argumento: One
💪 Arte: Yusuke Murata
💪Volume 02
💪Demografia: Shonen/Seinen
💪Gênero: Ação,Aventura,Drama, Comédia, Fantasia
••••••••••
#LeiaPanini
#otaku  #geek #manga  #Panini #Paninimanga #planetmanga #nerd #nerdhits #geeksquad #Hq 🍙 Diary of Rei ¥057 One Punch Man Volume 02 Em publicação pela editora Panini Leitura N°28 da Panini de 2019 Data: 19/03/2019 @chiibinosekai •••••••••• Comentários gerais: Nesse volume tivemos uma pequena aventura pela cada da evolução,com Saitama enfrentando o ser mais forte de lá, também vimos um pequeno grupo de rebeldes (retardos) que serviram apenas para ser mostrado as habilidades de um novo personagem SONIC,um ninja extremante poderoso,que confundi o nosso protagonista com um dos membros dessa gangue,e parte para o ataque,e acaba perdendo. Será que teremos mais sobre ele?! O que ele vai ser na obra? Uma espécie de Anti-heroi ou apenas um rival pro "Homem de um soco" (Saitama) •••••••••• Descrição: A Casa da Evolução, com seu plano de criar um "humano perfeito", lança mão de todos os seus recursos para capturar Saitama, o guerreiro invencível! Será desta vez que descobriremos a origem do poder divino desse herói? •••••••••• ∆Ficha Técnica∆: 💪Argumento: One 💪 Arte: Yusuke Murata 💪Volume 02 💪Demografia: Shonen/Seinen 💪Gênero: Ação,Aventura,Drama, Comédia, Fantasia •••••••••• #leiapanini #otaku #geek #manga #panini #paninimanga #planetmanga #nerd #nerdhits #geeksquad #hq
  • 🍙 Diary of Rei ¥057 One Punch Man Volume 02 Em publicação pela editora Panini Leitura N°28 da Panini de 2019 Data: 19/03/2019 @chiibinosekai •••••••••• Comentários gerais: Nesse volume tivemos uma pequena aventura pela cada da evolução,com Saitama enfrentando o ser mais forte de lá, também vimos um pequeno grupo de rebeldes (retardos) que serviram apenas para ser mostrado as habilidades de um novo personagem SONIC,um ninja extremante poderoso,que confundi o nosso protagonista com um dos membros dessa gangue,e parte para o ataque,e acaba perdendo. Será que teremos mais sobre ele?! O que ele vai ser na obra? Uma espécie de Anti-heroi ou apenas um rival pro "Homem de um soco" (Saitama) •••••••••• Descrição: A Casa da Evolução, com seu plano de criar um "humano perfeito", lança mão de todos os seus recursos para capturar Saitama, o guerreiro invencível! Será desta vez que descobriremos a origem do poder divino desse herói? •••••••••• ∆Ficha Técnica∆: 💪Argumento: One 💪 Arte: Yusuke Murata 💪Volume 02 💪Demografia: Shonen/Seinen 💪Gênero: Ação,Aventura,Drama, Comédia, Fantasia •••••••••• #leiapanini #otaku #geek #manga #panini #paninimanga #planetmanga #nerd #nerdhits #geeksquad #hq
  • 3 3
  • o_bacanudo - O Bacanudo @o_bacanudo 51 minutes ago
  • Aquaman sempre foi um herói marginalizado e motivo de chacota por fãs. Contudo esta nova fase dos #quadrinhos da #dc marca uma nova visão para a personagem, deixando de lado qualquer dúvida acerca de seus poderes.

O oceano é um ambiente inóspito, causando medo para qualquer um que se atreva a descobriu seus mistérios. Utilizando este fator a seu favor, a #hq traz uma invasão vinda do Fosso, um dos locais que guarda #terror e #horror pelas criaturas sedentas por sangue vindas à superfície em busca de alimentos.

O roteiro de #geoffjohns confronta todos os preconceitos com #aquaman , agregando-os para dividir o próprio herói entre uma humanidade que o desrespeita e seu altruísmo. Ademais, é difícil fazer o bem por aqueles que nos desprezam, não é mesmo?

Portanto, é inevitável se conectar com o #superheroi . O #comic ganha força por este ponto, trazendo para perto um ser supremo, mas com muitas barreiras a serem superadas. Aquaman precisa contrapor a sobrevivência de uma espécie que age por instinto com outra que faz tudo para negar um dos atos mais básicos: o da comunhão.

O dinamismo das ações e a força despendida ganham mais intensidade a partir da bela #arte do #quadrinho . As cores são vivas e os traços são pesados para trazer todo o tom heróico que o roteiro clama. O entrosamento da equipe criativa, que já havia trabalhado em outras #hqs da #dccomics , fica evidente na conexão entre texto e desenho que torna o #gibi muito vivo.

Como é difícil nos sacrificamos por aqueles que nos menosprezam, né? O peso das escolhas quase que nos vence, diante de tantas dificuldades em suportar as opções que visam o bem daqueles que deixam de nos levar em consideração. Todavia, todo o heroísmo há de ser reconhecido. E esta recompensa não precisa ser pública. A sensação de fazer o bem é a melhor possível.

Uma #leitura rápida e agradável, tanto pela aventura frenética, quanto pela mensagem por trás do argumento. Aquaman é uma personagem que nos mostra a força da resiliência, e, da mesma forma, nos capacita a enxergar o herói que mora dentro de nós.

#livro #book #geek #nerd #dcuniverse #dcu #graphicnovel #amoler #instahq #heroi #hero #dcu #geekbrasil #amohq #livros Aquaman sempre foi um herói marginalizado e motivo de chacota por fãs. Contudo esta nova fase dos #quadrinhos da #dc marca uma nova visão para a personagem, deixando de lado qualquer dúvida acerca de seus poderes. O oceano é um ambiente inóspito, causando medo para qualquer um que se atreva a descobriu seus mistérios. Utilizando este fator a seu favor, a #hq traz uma invasão vinda do Fosso, um dos locais que guarda #terror e #horror pelas criaturas sedentas por sangue vindas à superfície em busca de alimentos. O roteiro de #geoffjohns confronta todos os preconceitos com #aquaman , agregando-os para dividir o próprio herói entre uma humanidade que o desrespeita e seu altruísmo. Ademais, é difícil fazer o bem por aqueles que nos desprezam, não é mesmo? Portanto, é inevitável se conectar com o #superheroi . O #comic ganha força por este ponto, trazendo para perto um ser supremo, mas com muitas barreiras a serem superadas. Aquaman precisa contrapor a sobrevivência de uma espécie que age por instinto com outra que faz tudo para negar um dos atos mais básicos: o da comunhão. O dinamismo das ações e a força despendida ganham mais intensidade a partir da bela #arte do #quadrinho . As cores são vivas e os traços são pesados para trazer todo o tom heróico que o roteiro clama. O entrosamento da equipe criativa, que já havia trabalhado em outras #hqs da #dccomics , fica evidente na conexão entre texto e desenho que torna o #gibi muito vivo. Como é difícil nos sacrificamos por aqueles que nos menosprezam, né? O peso das escolhas quase que nos vence, diante de tantas dificuldades em suportar as opções que visam o bem daqueles que deixam de nos levar em consideração. Todavia, todo o heroísmo há de ser reconhecido. E esta recompensa não precisa ser pública. A sensação de fazer o bem é a melhor possível. Uma #leitura rápida e agradável, tanto pela aventura frenética, quanto pela mensagem por trás do argumento. Aquaman é uma personagem que nos mostra a força da resiliência, e, da mesma forma, nos capacita a enxergar o herói que mora dentro de nós. #livro #book #geek #nerd #dcuniverse #dcu #graphicnovel #amoler #instahq #heroi #hero #dcu #geekbrasil #amohq #livros
  • Aquaman sempre foi um herói marginalizado e motivo de chacota por fãs. Contudo esta nova fase dos #quadrinhos da #dc marca uma nova visão para a personagem, deixando de lado qualquer dúvida acerca de seus poderes. O oceano é um ambiente inóspito, causando medo para qualquer um que se atreva a descobriu seus mistérios. Utilizando este fator a seu favor, a #hq traz uma invasão vinda do Fosso, um dos locais que guarda #terror e #horror pelas criaturas sedentas por sangue vindas à superfície em busca de alimentos. O roteiro de #geoffjohns confronta todos os preconceitos com #aquaman , agregando-os para dividir o próprio herói entre uma humanidade que o desrespeita e seu altruísmo. Ademais, é difícil fazer o bem por aqueles que nos desprezam, não é mesmo? Portanto, é inevitável se conectar com o #superheroi . O #comic ganha força por este ponto, trazendo para perto um ser supremo, mas com muitas barreiras a serem superadas. Aquaman precisa contrapor a sobrevivência de uma espécie que age por instinto com outra que faz tudo para negar um dos atos mais básicos: o da comunhão. O dinamismo das ações e a força despendida ganham mais intensidade a partir da bela #arte do #quadrinho . As cores são vivas e os traços são pesados para trazer todo o tom heróico que o roteiro clama. O entrosamento da equipe criativa, que já havia trabalhado em outras #hqs da #dccomics , fica evidente na conexão entre texto e desenho que torna o #gibi muito vivo. Como é difícil nos sacrificamos por aqueles que nos menosprezam, né? O peso das escolhas quase que nos vence, diante de tantas dificuldades em suportar as opções que visam o bem daqueles que deixam de nos levar em consideração. Todavia, todo o heroísmo há de ser reconhecido. E esta recompensa não precisa ser pública. A sensação de fazer o bem é a melhor possível. Uma #leitura rápida e agradável, tanto pela aventura frenética, quanto pela mensagem por trás do argumento. Aquaman é uma personagem que nos mostra a força da resiliência, e, da mesma forma, nos capacita a enxergar o herói que mora dentro de nós. #livro #book #geek #nerd #dcuniverse #dcu #graphicnovel #amoler #instahq #heroi #hero #dcu #geekbrasil #amohq #livros
  • 30 0
  • _librarie - Librarie | Dicas de Livros @_librarie 1 hour ago
  • Alex tá de volta, e dessa vez com WE3: Instinto de Sobrevivência, publicado no Brasil pela @editorapanini com o selo Vertigo. Essa é uma edição definitiva, em volume único. Dessa vez coloquei umas páginas como amostra grátis, como sugerido pela @menezesfernanda (valeu!). ⠀

Gosto muito de animais, tenho dois gatos (confira fotos dos bebês no @alekiiito) e tudo o que tem animais como protagonistas ou na capa me chama muita atenção, vide os já mencionados Os Diários de Amora e Beasts of Burden (resenha no feed). Quando vi WE3 na prateleira, não resisti a um cão, um gato e um coelho em trajes robóticos e comprei na hora. Mas vi o selo Vertigo, geralmente associado a histórias sanguinolentas, e reparei que a expressão dos bichanos era certa preocupação.

WE3 consiste em um esquadrão de armas animais experimentais. O grupo é formado por um cachorro, um gato e um coelho, que foram raptados e modificados. Além de habilidades de combate e furtividade excepcionais, eles também recebem a habilidade de fala, porém extremamente limitada. Esses experimentos são parte de uma iniciativa do governo para dar fim as guerras tradicionais.

O esquadrão foi bem sucedido em todas as suas missões, porém o líder do projeto decide encerrar e eliminar os “protótipos”, para dar início a um novo projeto. A treinadora dos animais não aceita essa decisão e facilita a fuga dos bichanos, que lutam para sobreviver com um exército inteiro os perseguindo.

Quem conhece Morrison, famoso por Homem Animal, Batman e outros, sabe que seu estilo é de construção de narrativas não lineares, contraculturais e complexas. Apesar de ter uma linha de pensamento bem clara, a todo o momento ele coloca questões éticas e morais no subtexto, de forma que as motivações do idealizadores do projeto sejam questionáveis, não apenas condenáveis. E Quitely, que já desenhou X-Men, exprime em sua arte uma violência visceral, com muito sangue e tripas. Mas tem uma sensibilidade enorme ao conseguir demonstrar emoções nos rostos dos animais, mesmo que meio robotizados.

Fiquem atentos a vans brancas suspeitas na vizinhança e não deixem seus bichinhos por ai, e boa leitura! Alex tá de volta, e dessa vez com WE3: Instinto de Sobrevivência, publicado no Brasil pela @editorapanini com o selo Vertigo. Essa é uma edição definitiva, em volume único. Dessa vez coloquei umas páginas como amostra grátis, como sugerido pela @menezesfernanda (valeu!). ⠀ Gosto muito de animais, tenho dois gatos (confira fotos dos bebês no @alekiiito) e tudo o que tem animais como protagonistas ou na capa me chama muita atenção, vide os já mencionados Os Diários de Amora e Beasts of Burden (resenha no feed). Quando vi WE3 na prateleira, não resisti a um cão, um gato e um coelho em trajes robóticos e comprei na hora. Mas vi o selo Vertigo, geralmente associado a histórias sanguinolentas, e reparei que a expressão dos bichanos era certa preocupação. WE3 consiste em um esquadrão de armas animais experimentais. O grupo é formado por um cachorro, um gato e um coelho, que foram raptados e modificados. Além de habilidades de combate e furtividade excepcionais, eles também recebem a habilidade de fala, porém extremamente limitada. Esses experimentos são parte de uma iniciativa do governo para dar fim as guerras tradicionais. O esquadrão foi bem sucedido em todas as suas missões, porém o líder do projeto decide encerrar e eliminar os “protótipos”, para dar início a um novo projeto. A treinadora dos animais não aceita essa decisão e facilita a fuga dos bichanos, que lutam para sobreviver com um exército inteiro os perseguindo. Quem conhece Morrison, famoso por Homem Animal, Batman e outros, sabe que seu estilo é de construção de narrativas não lineares, contraculturais e complexas. Apesar de ter uma linha de pensamento bem clara, a todo o momento ele coloca questões éticas e morais no subtexto, de forma que as motivações do idealizadores do projeto sejam questionáveis, não apenas condenáveis. E Quitely, que já desenhou X-Men, exprime em sua arte uma violência visceral, com muito sangue e tripas. Mas tem uma sensibilidade enorme ao conseguir demonstrar emoções nos rostos dos animais, mesmo que meio robotizados. Fiquem atentos a vans brancas suspeitas na vizinhança e não deixem seus bichinhos por ai, e boa leitura!
  • Alex tá de volta, e dessa vez com WE3: Instinto de Sobrevivência, publicado no Brasil pela @editorapanini com o selo Vertigo. Essa é uma edição definitiva, em volume único. Dessa vez coloquei umas páginas como amostra grátis, como sugerido pela @menezesfernanda (valeu!). ⠀ Gosto muito de animais, tenho dois gatos (confira fotos dos bebês no @alekiiito) e tudo o que tem animais como protagonistas ou na capa me chama muita atenção, vide os já mencionados Os Diários de Amora e Beasts of Burden (resenha no feed). Quando vi WE3 na prateleira, não resisti a um cão, um gato e um coelho em trajes robóticos e comprei na hora. Mas vi o selo Vertigo, geralmente associado a histórias sanguinolentas, e reparei que a expressão dos bichanos era certa preocupação. WE3 consiste em um esquadrão de armas animais experimentais. O grupo é formado por um cachorro, um gato e um coelho, que foram raptados e modificados. Além de habilidades de combate e furtividade excepcionais, eles também recebem a habilidade de fala, porém extremamente limitada. Esses experimentos são parte de uma iniciativa do governo para dar fim as guerras tradicionais. O esquadrão foi bem sucedido em todas as suas missões, porém o líder do projeto decide encerrar e eliminar os “protótipos”, para dar início a um novo projeto. A treinadora dos animais não aceita essa decisão e facilita a fuga dos bichanos, que lutam para sobreviver com um exército inteiro os perseguindo. Quem conhece Morrison, famoso por Homem Animal, Batman e outros, sabe que seu estilo é de construção de narrativas não lineares, contraculturais e complexas. Apesar de ter uma linha de pensamento bem clara, a todo o momento ele coloca questões éticas e morais no subtexto, de forma que as motivações do idealizadores do projeto sejam questionáveis, não apenas condenáveis. E Quitely, que já desenhou X-Men, exprime em sua arte uma violência visceral, com muito sangue e tripas. Mas tem uma sensibilidade enorme ao conseguir demonstrar emoções nos rostos dos animais, mesmo que meio robotizados. Fiquem atentos a vans brancas suspeitas na vizinhança e não deixem seus bichinhos por ai, e boa leitura!
  • 13 4